A Semana Mundial do Meio Ambiente na Baixada Fluminense

Celebrado em mais de 100 países, a Semana Mundial do Meio Ambiente é comemorada de 1 e 5 de junho. No Rio de Janeiro, diversos mutirões de limpeza nas praias aconteceram neste final de semana. Segundo um estudo divulgado em 2018, pelo Instituto Oceanográfico da Universidade de São Paulo (IO-USP), em parceria com o Instituto Socioambiental dos Plásticos (Plastivida), mais de 95% do lixo encontrado nas praias brasileiras é composto por plásticos, na maioria por garrafas, copos descartáveis e canudos. Continuar lendo “A Semana Mundial do Meio Ambiente na Baixada Fluminense”

Anúncios

Segurança nuclear é tema dos filmes do 9º International Uranium Film Festival

WhatsApp Image 2019-05-26 at 10.40.45
Divulgação do evento.

  De 25 de maio a 02 de junho, o Rio de Janeiro recebe a 9ª edição do International Uranium Film Festival. O Festival de Cinema da Era Atômica, acontece, entre outros lugares, na cinemateca do MAM Rio. O Uranium é o primeiro festival do mundo a abordar a temática dos riscos nucleares. Trazido para o Brasil pelo jornalista alemão Norbert G. Suchanek e pela cientista social brasileira Márcia Gomes de Oliveira, o evento aborda desde o acidente radiológico de Goiânia, o Césio 137, considerado o maior acidente radiológico ocorrido no Brasil até os rompimentos das barragens de Mariana e Brumadinho. A participação de sobreviventes da bomba de Hiroshima, foi o ponto alto do primeiro fim de semana do evento. Hiroshima. Takashi Morita, de 95 anos, Kunihiko Bonkohara, de 78 anos, falaram para uma plateia atenta e emocionada. Os alunos do curso técnico em dança da Eteab/Faetec, realizaram uma apresentação artística tendo como base a música Rosa de Hiroshima.  

WhatsApp Image 2019-05-26 at 14.58.45
Kunihiko Bonkohara e Takashi Morita

  Takashima Morita, ex-policial militar, tinha 21 anos, quando sobreviveu à bomba, no dia 6 de agosto de 1945. Exatamente às 8h15min, ele estava a apenas a 1.300 metros do local do ataque, foi quando ouviu um estrondo, seguido de um forte clarão. Era a bomba de urânio denominada “Little boy”. Somente no final da tarde a população japonesa descobriu que se tratava de um ataque com bomba atômica. Morita ajudou no resgate das vítimas e afirma, jamais conseguiu esquecer o cenário de destruição que tomou conta da cidade. Segundo ele, onde a bomba caiu existia um rio, pode-se ver centenas de corpos boiando. Milhares de pessoas morreram carbonizadas. A população na época era de 260.000 pessoas, cerca de 80.000 morreram no ataque. Poucos dias depois, os EUA, atacaram Nagasaki com o “Fat Man”, uma bomba de plutônio mais forte que a que havia explodido sobre Hiroshima, acabando com um terço da cidade, matando cerca de 40.000 pessoas. No dia 15 de agosto o Japão se rendeu. Sua rendição demorou devido ao governo totalmente autoritário e militarista do Imperador Hirohito. Kunihiko Bonkohara, hoje com 78 anos, tinha apenas 5 anos, quando ocorreram os ataques. Formado em engenharia na Escola de Obras Públicas, nunca mais encontrou sua mãe e sua irmã, que saíram de casa minutos antes do ataque. Para protege-lo, conta que o pai o colocou embaixo de uma mesa. Emociona-se lembrando que, desde muito , foi obrigado a carregar as piores lembranças que alguém pode ter.

whatsapp-image-2019-05-26-at-14.58.00-1-e1558986886381.jpeg
Kunihiko Bonkohara, Márcia Gomes, Rogério Nagai e Takashi Morita.

     Em 1984, Takashima Morita criou a Associação para as vítimas de bomba atômica para as vítimas que residem no Brasil. Atualmente, a organização atende cerca de 110 pessoas e tem como seus principais objetivos: levar mensagem de paz para todos os cantos do mundo, com a intenção de que nunca mais aconteça uma tragédia assim aqui no Brasil ou em qualquer parte do mundo; Tratamento para todas as vítimas, independente do país que residem e buscar divulgar sempre os perigos das bombas atômicas e da energia nuclear. Morita é o primeiro sobrevivente de uma bomba atômica a lançar um livro em solo brasileiro e receber a medalha Anchieta, a maior condecoração que o estado de São Paulo possui. O nome do livro é: A última mensagem de Hiroshima.”. Enquanto eu tiver fôlego de vida, pregarei a paz. Esse é o serviço que venho fazendo.”, revela emocionado. Provocado pela pergunta: O que as grandes tragédias têm para ensinar a humanidade?, responde: “Sempre haverá, a humanidade não aprendeu nada, temos uma tendência a esquecer tudo. Devemos tomar consciência e parar de olhar o outro como conflito, pois a indústria bélica é a maior indústria. Todos precisam se abraçar e rezar pela paz”.  Os sobreviventes possuem uma petição internacional para a extinção da bomba atômica. O Festival termina somente no domingo, dia 2 de junho. Acompanhe a programação http://uraniumfilmfestival.org/pt-br/programacao-rio-2019.

Matéria produzida pela aluna Sara Dutra e supervisionada pela coordenadora Ana Cláudia Condeixa.

Faça a diferença na vida de alguém!

O Instituto Estadual de Hematologia Arthur Siqueira Cavalcanti, o HEMORIO, em parceria com a Unigranrio e a Atlética do Curso de enfermagem, realizou, ao longo  desta segunda-feira(20),  um evento em prol da doação voluntária de sangue. Atualmente, o estoque do HemoRio encontra-se em estado crítico, todos os tipos de sangue estão falta, em especial os do tipo O– e O+. No mês de abril foram coletadas 1.800 bolsas a menos, se comparado ao mesmo período do ano de 2018. Diante das diversas tragédias que aconteceram logo nos primeiros meses de 2019, vale a pena ressaltar que 450 ml de sangue, ajuda a salvar até 4 vidas. Continuar lendo “Faça a diferença na vida de alguém!”

“Nem Todo Esconde-Esconde é Brincadeira”: OAB e Unigranrio buscam conscientizar sobre abuso sexual infantil 

Neste sábado (18), Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual da Criança, muitos debates acontecerão pelo pais, buscando debater com a sociedade a melhor forma de lidar com o assunto. Em Duque de Caxias, a Ordem dos Advogados do Brasil(OAB) promove, na próxima segunda-feira (20), em parceria com a Unigranrio, a palestra “Nem Todo Esconde-Esconde é Brincadeira”. O objetivo é chamar atenção dos acadêmicos para este assunto e, quebrar o silêncio sobre esses crimes, que ocorre em 69,2% com crianças e 58,2% com adolescentes, dentro de suas próprias casas.

Segundo o relatório Out of the Shadows, publicado pela revista britânica The Economist, o Brasil é o 11º melhor colocado, em um ranking de 40 países, que analisa os itens como a segurança, leis de proteção às crianças, compromisso e capacidade dos governos e, o engajamento do setor privado, da sociedade civil e da mídia, como forma de proteger menores de 19 anos. Mas, mesmo que o Brasil esteja acima da média, com 62,4 na pontuação, o país ficou para trás no quesito “compromisso e capacidade dos governos”, com 48,1 pontos, sendo que a média mundial ficou em 50,4. O relatório considerou várias formas de violência sexual de crianças e menores, como abusos e exploração, incluindo exposição a imagens e linguagem sexuais, casamento infantil, exploração sexual de crianças e estupros, entre outros.

Marcia Callado, Presidente da Comissão dos Direitos dos Adolescentes da OAB de Duque de Caxias, afirma que o objetivo do evento, é conscientizar as pessoas sobre a importância de prevenir e denunciar casos de violências contra crianças e adolescentes.“São crimes que chocam pelo seu requinte de crueldade. A sociedade civil de Duque de Caxias, representada por instituições que realmente têm um trabalho bacana, em prol dos Direitos da Criança e do Adolescente, se juntaram para chamar a atenção para a importância de mobilizar e destacar o Disk 100, como principal canal de denúncias sobre violação dos Direitos Humanos. O evento acontece na sede da OAB em CAxias, na Av. Perimetral Curupaiti, nº 100, Jardim 25 de Agosto. As inscrições podem ser feitas pelo telefone (21) 2675-6600.

WhatsApp Image 2019-05-16 at 16.31.23

A maratona toma às ruas de Nova Iguaçu

A primeira corrida Comcpator Run do dia do trabalhador reuniu amadores e profissionais em torno do esporteInicio da competição

O Dia do Trabalhador, 1 de maio, em Nova Iguaçu, foi marcado pela primeira edição Compacto Run-corrida do trabalhador em Nova Iguaçu. O evento reuniu mais de 1.200 inscritos entre profissionais, amadores e famílias em torno do esporte. A meia maratona com percurso de cinco quilômetros teve início as nove da manhã no Shopping Nova Iguaçu e a linha de chegada no SESI.

Luquian de Carvalho da Silva vencedor masculino da competição.jpg
Luquian de Carvalho, 26 anos 

     Luquian de Carvalho da Silva que completou 26 anos, no dia da prova, ganhou de presente a vitória na competição. Natura de Belford Roxo ele pratica esportes há 16 anos. Para ele, a corrida é tudo, é saúde e ele não pretende sair desta vida nunca mais. Jenison Figueiredo, de Bangu, defende que a pratica de corrida o ajudou a superar o sobrepeso e de quebra lhe deu a sensação de liberdade. “Pessoas que nunca vi na vida nos incentivavam a correr e a seguir em frente”, disse emocionado. Raphael do Sacramento, morador de Nova Iguaçu, correu com seu filho. “Correr em família é uma sensação maravilhosa, principalmente para mim que sou profissional da área. Incentivar o meu filho a pratica esportiva, é uma satisfação muito grande.”, revelou. Lourdiana Costa Torres, do Grajau, e Bruno Ruler, de Nilopolis, já participaram de outros eventos similares, no Aterro do Flamengo e na Lapa, é a primeira vez deles na Baixada.

Competidor Jenison Figueiredo.jpg
Jenison Figueiredo, de Bangu

Todos os atletas ressaltam a importância do preparo físico para este tipo de competição ”eu me preparo uma semana antes da competição fazendo refeições mais leves e exercícios não tão pesados para estar com o corpo disposto para o dia. As maiores dificuldades para iniciantes desta competição é a questão do preparo, da alimentação, do sapato certo para competição… ”. Segundo a organização, a proposta é transformar o evento em uma tradição do Dia do Trabalhador e incentivar a pratica esportiva. De acordo com Edgar Oliveira, Coordenador do evento, o objetivo foi alcançado, “uma prova curta, mas que agrega a todos, quem quis correr correu, quem quis caminhar caminhou. Com famílias aqui dentro e um clima agradável as expectativas foram alcançadas para este primeiro ano”, comemorou.

Edgar Oliveira Coordenador da competição
Edgar Oliveira, Coordenador do evento

Texto escrito por: Augusto Vinicius, aluno do 8º período e supervisionado pela coordenadora Ana Cláudia Condeixa.

Oficina de libras e Bia Bedran marcam a 1ª Ciranda Literária de Nilópolis 

A 1ª Ciranda Literária de Nilópolis, que aconteceu ontem(25), cujo objetivo é incentivar a leitura e aguçar a curiosidade dos alunos, estreou com absoluto sucesso. Entre 20 estandes onde os alunos da Rede Municipal de Ensino, expuseram seus trabalhos, destacou-se o da Escola Municipal Poeta Carlos Drummond de Andrade. A unidade, que desde 2017, faz parte da Rede Bilíngue, além de promover a Oficina de Língua Brasileira de Sinais – LIBRAS,  tem um projeto que capacita os profissionais da rede, além em parceria com os intérpretes. No estande, o público pôde aprender um pouco de Libras e conhecer o projeto que logo, logo será expandido para outras unidades. Continuar lendo “Oficina de libras e Bia Bedran marcam a 1ª Ciranda Literária de Nilópolis “

Devotos de diferentes religiões celebram São Jorge

Mal tinha passado de meia noite e os fogos já anunciavam a chegada do dia 23 de abril, data em que se comemora o dia São Jorge. Ainda estava escuro e as ruas dos diversos bairros do Rio de Janeiro lotava de devotos, um exército de vermelho e branco. Por toda a cidade, milhares de pessoas acompanharam, durante todo o dia, as celebrações ao santo guerreiro.  Uns estavam lá para agradecer, outros pagando promessas e quase todos, em busca de proteção. Continuar lendo “Devotos de diferentes religiões celebram São Jorge”

Flamengo derrota o Vasco e se torna campeão Carioca pela 35ª vez

Considerado um clássico, pelo tamanho das duas torcidas, o Flamengo voltou a enfrentar e ganhar do Vasco, ontem(21), com o placar de 2 a 0. A vitória, consagrou o rubro-negro campeão carioca de 2019 pela 35ª vez. Com esta vitória, o time da Gávea, tornou-se o time a vencer mais vezes o Cariocão, atrás dele, só o Fluminense com 32 vitórias. Continuar lendo “Flamengo derrota o Vasco e se torna campeão Carioca pela 35ª vez”

MESQUITA PROMOVE CURSOS E OFICINAS GRATUITAS

A prefeitura de Mesquita, em parceria com a Secretaria Municipal de Cultura, Esporte, Lazer e Turismo(SEMCELT), está oferecendo oficinas gratuitas para a população. O projeto acontece desde 2017, mas, este ano, ao todo foram disponibilizadas 264 vagas para alunos a partir dos seis anos, podendo se inscrever em até duas. Ao final, todos os alunos, são certificados. Continuar lendo “MESQUITA PROMOVE CURSOS E OFICINAS GRATUITAS”

Espetáculo escrito por alunos secundaristas, conta a trajetória de Marielle Franco

Idealizada pela professora Marta Nobre, escrita, roteirizada e dirigida por seus alunos, o espetáculo ‘Marielle, presente!’ será encenado da UFF, no dia 24 de abril. A peça retrata e homenageia a história de vida e a militância de Marielle Franco, além de encenar também as narrativas que tentaram destruir a sua imagem e a sua memória, através de fakenews. Continuar lendo “Espetáculo escrito por alunos secundaristas, conta a trajetória de Marielle Franco”