Três clubes representam a Baixada Fluminense

          

  Longe do status e ampla cobertura da mídia tradicional, 16 clubes disputam o Campeonato Carioca de Futebol Serie B2, o equivalente a terceira divisão do estadual. O Torneio conta com a presença de três clubes da região da Baixada Fluminense: Mageense, Queimados e Mesquita.

                                          Foto: Reprodução Twitter

                                Nome: Mageense Futebol Clube

                                Fundação:07/09/1917

                                Presidente: Wilson da Silva Florêncio

                Estádio: Não possuí (Manda suas partidas no Los Larios, em Xerém)

  Apesar da história centenária, o Mageense, fundado em 1917, obteve sua profissionalização apenas em 2018, e fez bonito logo em sua estreia, conquistando o título da série C do carioca, o equivalente a quarta divisão. O clube de Magé atua como mandante no estádio Los Larios, em Xerém, e se encontra na briga pela classificação as semifinais do returno pelo grupo A, tem como destaque o atacante Claudio Pagodinho, jogador que atuou pela primeira divisão do estadual em 2015, pelo Boavista.  

                                  Foto: Reprodução Facebook

                                       Nome: Queimados Futebol Clube

                                Fundação:26/03/1922

                                Presidente: Josildo Claudino da Silva

                                Estádio: Júlio Kengen

  A equipe do Queimados é outro exemplo de clube com longa história no futebol cuja profissionalização ocorreu em um longo espaço de tempo, fundado em 1922, conseguiu vinculo profissional apenas no ano de 1997, paralisando suas atividades logo na sequência. O retorno ocorreu em 2009, inicialmente com o apoio do clube Brescia, logo após, contando com o apoio da prefeitura municipal, disputa a terceira divisão pela quarta vez.

                                                     Foto: Divulgação FERJ

                                      Nome: Mesquita Futebol Clube

                                      Fundação:09/05/1920

                                      Presidente: Cléber Barros Louzada

                                      Estádio: Nielsen Louzada (Louzadão)

 Uma das equipes mais tradicionais da Baixada Fluminense, com quatro participações na primeira divisão do estadual, o Mesquita Futebol Clube ficou licenciado entre 2014 e 2015 por questões financeiras, chegando até a colocar seu estádio, o Nielsen Louzada, a penhora judicial. Dentro de campo, o momento também não é dos melhores, a equipe briga na parte de baixo da tabela, contra o rebaixamento à série C.

   A competição está em seu segundo turno, o campeão se junta a equipe do Pérolas Negras, vencedora do primeiro, juntamente com as outras duas equipes com melhor pontuação na somatória geral. Os vencedores das semifinais avançam a grande decisão do torneio e garantem o acesso à segunda divisão, enquanto as duas equipes com pior campanha serão rebaixadas a série C, equivalente a quarta divisão do futebol carioca.

Texto produzido pelo aluno Matheus Romling, com supervisão do Professor Leandro Lacerda

Anúncios