O AMOR ESTÁ EM TODO LUGAR

Finalmente chegou, o Dia dos Namorados, data onde o romantismo
impera. O Ponto de Partida que é o maior fã das boas histórias,
principalmente das histórias de amor, não poderia ficar de fora. E é por
isso, que resolvemos reunir as narrativas mais inusitadas para mostrar
que o amor não está apenas no ar, mas em TODO lugar! Quem já
imaginou encontrar o seu amor do outro lado do mundo? Ou na
faculdade, lugar mais corriqueiro? Na rua onde mora? Ou ainda, em
aplicativos de relacionamento? Buscamos os variados casais para saber
um pouco mais sobre suas histórias de amor. Mas antes, você sabe
como surgiu essa comemoração tão adorada pelos apaixonados?

Valesca Coutinho e Rodrigo


Vamos começar para a história de Valesca Soares e Rodrigo, típico casal de
novela. Os dois já se conheciam desde os cincos anos de idade, mas o
sentimento só veio à tona tempos depois. Os dois perderam o contato e
acabaram se reencontrando no supermercado, em 2016. Foi só neste
momento em que trocaram telefone e, no dia 22 de maio do mesmo ano,
depois de muitas conversas no Facebook, que pedido de namoro aconteceu.
Hoje, eles estão de casamento marcado. Fofos, né?

Beatriz Nóbrega e Jean Cláudio

Outro casal que se conhecia há anos, mas só engatou um romance depois de
um tempo, foi Beatriz Nóbrega e Jean Claudio. Os dois se conheceram em
2000, quando Jean, antes de se mudar para Campos dos Goytacazes,
brincava com Beatriz no quintal da família. O casal tem um primo em comum.
Os jovens voltaram a se falar através das mídias sociais e, em 2014, iniciaram
um namoro que logo terminou. Depois de dois anos afastados, voltaram a se falar e, em 2017, reataram o namoro, noivaram em abril de 2018 e estão de
casamento marcado para novembro de 2019.

Imagem tirada da internet.

Existem ainda aqueles casais que enfrentam até mesmo a distância para continuar vivendo seu amor. É o exemplo da Jessica Sá e Jordi. Os dois se conheceram através de um aplicativo de relacionamento e começaram a conversar. Hoje, eles mantêm uma relação à distância, Jessica no Rio de janeiro e Jordi, em Barcelona. No começo, Jordi não sabia falar o português fluentemente, então Jéssica decidiu ensinar a seu amado. Atualmente, o rapaz pretende passar suas férias do Brasil para finalmente conhecer Jéssica, no Rio de Janeiro. A jovem afirma que, apesar da distância, se sente segura com o carinho que recebe e diz que está dando um passo de cada vez por conta de viverem um relacionamento diferente dos
demais.

Conheça os casais, que se conheceram na UNIGRANRIO.

Quem nunca conheceu o amor da sua vida dentro da sala de aula? Ou por
conta das trocas de olhares nos corredores da faculdade? A história de Nathália Braga e Yan Miranda , não foi muito diferente. Eles se conheceram em 2015, no
primeiro período do curso de jornalismo da Unigranrio. Yan, havia mudado de
direito para jornalismo e Natalia logo se prontificou a colocá-lo no grupo de
whatsapp da turma. Foi aí começaram a conversar e descobriram vários gostos
em comum, como por exemplo, uma página de futebol no Twitter. Os amigos,
sabendo que Natália estava interessada no rapaz, começaram a dar uma força
jogando piadinhas. No segundo período, no dia 15 de setembro, o casal
assumiu um compromisso e estão juntos desde então. Nathália e Yan afirmam
não ter planos para o futuro, apenas vivem o seu amor sem pensar no amanhã.

Barbara Macedo e Julio Cesar.

O coração de Bárbara também foi fisgado por Julio, na faculdade. Os estudantes de jornalismo se conheceram por acaso, em março de 2018. Bárbara estava indo fazer um trabalho quando esbarrou com Julio, que estava na mesa da praça de alimentação do shopping junto com amigos em comum. Na época, Bárbara tinha um blog de entretenimento que dividia com uma amiga. Conversando, Julio contou também sobre sua página de futebol inglês e se prontificou a escrever uma matéria e ajudá-las a divulgar o conteúdo. A partir disso, começaram a trocar mensagens no whatsapp todos os dias. Sempre davam um jeito de estarem juntos nas reuniões de amigos. Nas férias,
não paravam de conversar, era o dia todo até as 3 da manhã. Até que em um
desses papos, Julio e Bárbara resolveram abrir o jogo e contar tudo o que sentiam um pelo o outro. Não demorou muito e os dois marcaram um encontro,no qual deram seu primeiro beijo. No dia 7 de maio do mesmo ano, começaram a namorar e já estão há um ano vivendo o romance.

Para esta história ficar mais legal, não podíamos deixar de contar a história de Daniel e Lucas. Os dois são a prova de que os opostos realmente se atraem. Lucas nos conta que eles se conheceram no trote do curso de turismo da UFRRJ. Segundo o rapaz, nunca passou pela cabeça dele ter um relacionamento com Daniel, porque os dois tinham estilos de vida muito diferentes. Mas, os dois foram fisgados pelo cupido. Se aproximaram pouco a
pouco, tornaram-se muito amigos e logo se apaixonaram. “Estamos juntos há
mais de dois anos e sou muito grato por esse amor que eu acredito ter sido um
presente de Deus”, finaliza Lucas, emocionado.

Daniel e Lucas

O amor também estar no bar, não é à toa que a história de Bruna e Bárbara
teve o ambiente como cenário principal. Tudo começou em 2015. Bruna
cantava em um bar na Vila São Luiz, em Duque de Caxias, semanalmente. Até
que em um dia, Bárbara a viu cantando. Segundo Bruna, a namorada disse
que o que mais chamou a atenção foi a posição dos meus pés enquanto ela
cantava. “Não sei porque, mas ela achava diferente”, diz a cantora,
emocionada. Apesar disso, as duas não trocaram nenhuma palavra durante
aquela noite. Semanas depois, Bárbara voltou ao bar com seu irmão. Os três
começaram a conversar e quando o irmão de Bruna foi ao banheiro, Bárbara
perguntou se ela tinha interesse nele. Foi aí que Bruna, mesmo tímida, contou
a Bárbara que havia interesse nela. “Criei coragem para contar mesmo não a
conhecendo tão bem. Mas era a chance que eu tinha, não sabia quando ia vê-
la novamente”, derrete-se. As duas já completaram 4 anos de namoro.

Em um mundo cada dia mais globalizado, no qual a tecnologia toma conta da
nossa vida, há também aqueles casais que acabam se conhecendo através da
internet, por meio de aplicativos de relacionamento. É o caso de Júlia Bárbara
e Guilherme, que começaram a conversar pelo aplicativo LOVOO em fevereiro
de 2017, durante o carnaval. Descobriram então várias coisas em comum.
“Minha prima é amiga da irmã dele e já o conhecia há muito tempo, fiquei
surpresa”, conta Julia. Não demorou muito para os dois se encantarem um pelo
outro e Guilherme fazer o pedido oficial de namoro. “Ele me pediu em namoro
sem ao menos ter me visto pessoalmente”, relata. Os dois seguem juntos e já
pensam até mesmo em casamento. O caso de Shirley Vianna e Luiz foi
encontro de almas gêmeas. Os dois também se conheceram em um site de
aplicativo, se encontram uma vez e quando menos esperava, Shirley já estava
morando com o parceiro. “Foi tudo muito rápido. Comecei a frequentar a casa
dele levando apenas umas mudas de roupa, quando vi, já estava com tudo lá e
ele me propôs que morássemos juntos.” O casalzinho está junto há um ano e
ela garante “Meu filho do primeiro casamento é apaixonado por ele. Somos
uma família muito feliz.”

IMAGEM DA INTERNET

Já passou pela sua cabeça poder encontrar o seu amor em um enterro? O
amor realmente não escolhe hora nem lugar. Rejane é a prova disso. Ela conta
que conheceu o seu amado Izael no velório do pai dele, em 2017. “Quando
cheguei no enterro, me deparei com muitas pessoas fazendo a mesma
pergunta: o que vai ser do Izael quando ver o pai dele assim? Depois descobri
que ele era o pai do falecido”, diz Rejane. Comovida pela situação e na
tentativa de consolar a família, ela começou a conversar com as a mãe do
rapaz, que rapidamente contou que fazia três anos que o filho tinha ido morar
em São Paulo, mas que mesmo distante, fez de tudo para tentar ajudar o pai
antes da morte. “Eu percebi que ele era muito querido pela família inteira e isso
me chamou a atenção”, completa. Quando finalmente Izael chegou no enterro,
Rejane percebeu o desespero do rapaz e foi tentar ajudá-lo. “Ele era o apoio da
família, tinha que ser forte, todas as irmãs queriam encontrar nele o conforto
que precisavam, mas aquele rapaz já não tinha forças. Eu tentei naquele
momento, oferecer o que ele precisava, suporte. ” Ela conta que sentia muita
vontade de dar um abraço em Izael, mas a vergonha a impedia. “Tomei
coragem quando pensei que talvez nunca mais pudesse vê-lo. Com certeza iria

me arrepender”, afirma a jovem. Ela então tomou coragem e ofereceu o abraço
ao rapaz. Ele rapidamente aceitou. “Foi algo muito forte, ficamos nos
abraçando por muito tempo. Meu coração batia forte.” Depois de algum tempo,
Rejane recebeu uma visita inesperada no trabalho. Era Izael, que ficaria uns
dias em São Paulo para resolver algumas questões burocráticas com a família.
“Ele apareceu de surpresa para me agradecer todo o apoio que dei. Saímos
algumas vezes até rolar o primeiro beijo”, conta a moça. Depois de pouco
tempo, ele resolveu pedi-la em namoro. “Foram quinze dias intensos demais.
Mas ele precisava voltar para São Paulo. Eu naquele momento não tinha
condições de acompanhá-lo, portanto ficaríamos um ano separados.” Em meio
a tantas crises e dúvidas que surgiam, o casal conseguiu superar todos os
obstáculos. “Hoje moramos em Porto Alegre, nós dois conseguimos arrumar
um emprego por aqui. Somos muito felizes. Eu nunca imaginaria viver uma
história de amor desse jeito”, comemora.

O Ponto de Partida deseja aos casais apaixonados, um Feliz dia dos
namorados! Conheça outras histórias na nossa página do Facebook e confira
no nosso “correio do amor” se ninguém se declarou para você!

Texto escrito por Beatriz Nobrega e Barbara Macedo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s