O Instituto Estadual de Hematologia Arthur Siqueira Cavalcanti, o HEMORIO, em parceria com a Unigranrio e a Atlética do Curso de enfermagem, realizou, ao longo  desta segunda-feira(20),  um evento em prol da doação voluntária de sangue. Atualmente, o estoque do HemoRio encontra-se em estado crítico, todos os tipos de sangue estão falta, em especial os do tipo O– e O+. No mês de abril foram coletadas 1.800 bolsas a menos, se comparado ao mesmo período do ano de 2018. Diante das diversas tragédias que aconteceram logo nos primeiros meses de 2019, vale a pena ressaltar que 450 ml de sangue, ajuda a salvar até 4 vidas.

WhatsApp Image 2019-05-20 at 17.00.16
Enfermeira retira sangue de aluno 

Juliana Almeida, aluna do 6º período de publicidade e propaganda, revelou que sensação de doar é muito boa. Além de saber que está ajudando alguém, isso a faz sentir útil para a sociedade de alguma maneira. A estudante conta também que já ajudou um recém-nascido que precisava de sangue para continuar sobrevivendo. “Em janeiro ajudei uma bebê que precisava de doações de sangue, fizemos uma grande campanha no Facebook e doamos. A sensação de ajudar um ser humano que está iniciando a vida é incrível, pude dar a ela a oportunidade de continuar vivendo”, comemora. Já Joana Santos e Rafaela Bastos, ambas do curso de veterinária, assim que souberam do evento, foram doar. “São minutinhos que valem a pena”, relata Joana

WhatsApp Image 2019-05-20 at 16.59.15
Alunos da Unigranrio doam sangue na campanha 

Rafaela conta que já aconteceu de ir ao HemoRio para doar sangue a uma pessoa que precisava com urgência para uma cirurgia. “Através de um mutirão, conseguimos doar para o paciente e até mesmo para o banco de sangue do hospital”, relata emocionada. Tainara Lisboa, assistente de recursos humanos da Unigranrio diz que já é a quarta vez que participa de eventos do HemoRio. “Eu acho muito legal porque depois de um tempo de doação, recebemos uma mensagem do HemoRio informando que nossa doação salvou mais uma de plaquetas, se não tivesse eu e mais pessoas para ajudarem com as doações, ele não estaria aqui hoje. As pessoas não têm ideia do quanto essas pequenas atitudes importam”, finaliza vida”, conta Tainara. A assistente relata também que já passou por uma situação complicada com o rapaz com quem namora. “Meu namorado já passou por isso há dois anos atrás quando teve queda.

WhatsApp Image 2019-05-20 at 17.00.15
Fila para doar sangue 

Em ritmo de comemoração, Márcia, responsável do HemoRio presente no evento, afirmou que, mais uma vez, bateram a meta de doações. Ao todo foram cadastradas 155 pessoas e coletadas 124 bolsas. A equipe do Jornal  Ponto de Partida,  marcou  presença nesse evento e ficou por dentro de tudo que  rolou  nessa  grande corrente de solidariedade.

 

 

 

*Texto produzido pelas alunas de Jornalismo, Sara Dutra, Bárbara Macedo e Júlia Bárbara com supervisão da Coordenadora Ana Claudia Condeixa.