Rolê no Rio: Cachoeira do Horto

coisadecarioca-cachoeira-01

Apesar de estar longe do verão, o Rio de Janeiro tem um clima tropical que é de “rachar”. As praias cariocas são os points mais conhecidos para quem quer aproveitar o calor e de quebra curtir o visual da cidade, mas, em contrapartida, estão sempre lotadas. Para quem não sabia, o Rio oferece muitas opções de cachoeiras, uma mais legal e escondida que a outra. Das mais acessíveis até aquelas que são verdadeiros refúgios, ótimas para quem tem espírito aventureiro. Para quem gosta de tranquilidade e de estar em contato direto com a natureza, uma opção é a Cachoeira do Horto, localizada no Parque Nacional da Tijuca – Setor B – Serra da Carioca, no Horto Florestal. Para delírio dos aventureiros, além de refrescar, o local oferece lindas trilhas. 

São 20 minutos de caminhada, no entanto o tempo passa rápido quando no caminho, os turistas podem se deleitar com micos, pássaros e jacas, ao alcance das mãos. Lembrando que é proibido alimentar os animais no local. Uma dica precisa é: se puder evitar o domingo, evite. A trilha fica cheia, o que acomete em fila para a queda d’água da cachoeira. Uma boa opção é ir sexta-feira, durante a semana ou chegar cedo no final de semana. O Parque possui várias cachoeiras, porém uma das mais famosas é a Cachoeira do Chuveiro.

O Turismólogo Thalles Chaves, 25, explica que como muitas  pessoas desconhecem a trilha, acabam não se preocupando com os cuidados que devem ter na hora de ir para o Horto. “A dica pra quem for é levar um tênis. Não vá de chinelo, pois para chegar a cachoeira há uma pequena trilha e os chinelos escorregam, assim podendo causar um acidente. São muitas pedras e um sapato fechado ajuda a passar. Apesar de ser considerada nível 1 e ser tranquila, além de bem sinalizada, a trilha é íngreme e requer cuidados, principalmente se houver crianças. Vá, de preferência, acompanho ou em grupo e não esqueça de tomar cuidado com os pertences. Fora isso, leve água, canga para deitar nas pedras e aproveite o dia”, afirma.

Para entender os níveis das trilhas:

Infográfico-níveis-de-dificuldade-em-trilhas-vamos-trilhar-1

Infográfico: Vamos Trilhar.

Poucas são as informações sobre horários, no entanto o Parque Nacional da Tijuca tem uma guarita perto da cachoeira. Portanto existe horário de entrada, que é às 8h, e de saída, que é às 17h (no horário normal), no horário de verão a saída é às 18h. É importante respeitar o horário para quem não haja problemas na hora de ir embora.

O acesso é simples! De carro, pela Zona Sul, siga pela Rua Pacheco Leão, no Jardim Botânico, até a placa Horto, vire à direita e continue subindo, sempre em paralelo ao parque Jardim Botânico. O começo da trilha está a cerca de 500m da guarita do Parque Nacional da Tijuca. A Pé, você deve saltar no ponto final do ônibus 409 e seguir andando pelo asfalto até a entrada da trilha. Será uma caminhada de uns 20 minutos. Quem for de ônibus, a dica é procurar pelas linhas 409, 124 e 416 e saltar no ponto final, no Horto. Depois só é possível seguir pela estrada a pé ou bicicleta. Lembrando que o trecho entre o ponto final até as cachoeiras tem pouco mais de dois quilômetros de subida, pelo asfalto.  Fica de olho, também dá pra ir de bicicleta! Pela Vista Chinesa, sem ciclovia exclusiva, a subida é um pouco pesada, mas a descida é diversão garantida. No começo da trilha tem um bicicletário para quem escolhe essa opção.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s